Por qual candidata ao Miss Bumbum 2018 – que rola no próximo dia 6 de Agosto – a galera do Vale vai mais torcer na próxima edição do concurso, a gente ainda não sabe. Mas já dá pra saber quais candidatas literalmente torcem por quem torce contra a nossa existência e dignidade.

Rolou uma racha (tudumdss) entre as 27 candidatas do concurso por uma foto em que 12 delas apareciam segurando cartaz de apoio ao candidato a presidência homofóbico e misógino Jair Bolsonaro.
Será que essas 12 candidatas vão ganhar um prêmio menor que as outras 15? Deveriam. Afinal, estão defendendo um candidato que já disse que, como patrão, se daria ao direito de não contratar mulher porque engravida…

O mais surpreendente dentre as 12 candidatas que não tem vergonha de defender candidato que diz que “teve quatro filhos homens e aí quando fraquejou veio uma mulher”, é uma ser LGBT.

Paula Oliveira, mulher transexual que representa o Amazonas, concorre ao prêmio de miss bumbum e tentou justificar seu apoio ao candidato: “Já ouvi muitas coisas ruins dele, mas acredito que isso não passa de boatos”.

Então, Paula. Sabe como a gente faz quando acha que algo pode ser um boato? Vai se informar. Um dia que você pule uma série de agachamento pra continuar tendo esse glúteo tão bonito, ajudaria a ter também uma mente mais bonita antes de sair defendendo quem diz que “não estupra uma mulher porque ela não merece”.

Mas quem sabe assistindo aos vídeos abaixo, que são apenas alguns do seu candidato em colocações absurdas completamente contra a diversidade e a diferença HUMANA, você coloque a mão na consciência. Não são frases tiradas de contexto como seus defensores gostam de dizer, mas muitos dos raciocínios estão completos e nem teriam outro contexto em que essas frases poderiam ser defendidas, em qualquer hipótese.


Assista também:


“Filho gay é falta de porrada”, “90% dos gays morrem por abuso de drogas” (de onde surgiu essa estatística), “Gay NINGUÉM GOSTA, a gente tolera”, são apenas alguns dos absurdos que seu candidato favorito a presidência já bostejou pela boca.

Parabéns, Paula! Vergonha do Vale defender um homem assim. Não sei qual foi o intuito, mas se for pra imitar um bumbum com a boca e bostejar gratuitamente, acertou em cheio!

Torço pra que não tenha sido essa hipótese, mas pra que você tenha dado esse close erradíssimo por pura ignorância no assunto, e com humildade, você se informe antes de simplesmente sair dizendo “acho que são boatos” apoiando candidato que reforça o pensamento de doentes da sociedade que matam transexuais como você todos os dias no Brasil, o país que mais mata transexuais no mundo (ah, e isso não é boato caso você imagine. É confirmado pela Anistia Internacional e contabilizado pelo GGB).

Ah, a propósito, seu candidato é contra o uso de banheiros de acordo com gênero da pessoa e também o direito ao usar o nome social. Se você tanto apoia, porque pede pra ser chamada de Paula mesmo?

A corrida que dá início ao concurso será realizada dia 6 de agosto as 13h na Avenida Paulista em São Paulo.

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).