Candidata LGBTQI+ do Peru fez história ao ser a mais votada nas eleições federais peruanas realizadas no domingo (11). A mulher mais votada para o congresso foi Susel Paredes, que é assumidamente lésbica.

Susel tem 57 anos, é advogada e já possui uma longa jornada política pelo Peru. E em 2006 foi a primeira candidata lésbica do país e agora, tenta pela sua terceira vez e consegue mais de 59 mil votos, sendo assim a 4ª mais votada.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Cadidata lésbica e gay
Candidatos LGBTQI+ (Foto: Reprodução)

No total, haviam 5 candidatos LGBTQI+ e junto a Susel, que é lésbica, teve Alejandro Cavero, assumidamente gay. A parlamentar é casada há 7 anos nos EUA, ela luta para validar seu casamento diariamente no Peru.

No Peru, o casamento entre pessoas do mesmo sexo ainda é proibido juntamente a adoção de crianças por casais homoafetivos. Pessoas trans também só podem recorrer a transição se acionarem a justiça.

VEJA TAMBÉM:  BAIXARIA: Em debate, candidatos discutem convite pra motel; assista

Segundo o Guia Gay, Alejandro, também advogado, trabalhou como jornalista, tem 28 anos e amealhou 23 mil votos.