High Roberts, um esquiador alpino de 29 anos, que fez 31 partidas na Copa do Mundo entre 2015-2019 e foi duas vezes campeão nacional, falou sobre sua difícil jornada para aceitar sua sexualidade em uma entrevista ao The New York Times. Mas ele garante que agora “Está pronto para ser feliz.”

(Foto: Reprodução / Kacey Cole)
(Foto: Reprodução / Kacey Cole)

“Não ser  quem sou e não ser abertamente gay como atleta profissional estava realmente prejudicando meu desempenho”, disse Hig Roberts, que anunciou sua aposentadoria do esporte em 2019.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
(Foto: Reprodução / Kacey Cole)
(Foto: Reprodução / Kacey Cole)

Roberts relembrou que começou a questionar sua sexualidade por volta dos 12 anos de idade, mas sempre tentava deixar de lado pensamentos sobre essa questão, visto que iniciava uma carreira em um ambiente machista, muitas vezes conservador, dos esportes profissionais de neve.

(Foto: Reprodução / Kacey Cole)
(Foto: Reprodução / Kacey Cole)

Saúde mental do campeão

O atleta, nascido no Colorado, foi o primeiro selecionado para as equipes dos EUA, nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, em Pyeongchang, mas apesar de ter sucesso nas pistas, sua saúde mental começou a sofrer enquanto ele lutava com o peso de manter sua sexualidade em segredo. “Acordei uma manhã e disse:‘ Basta ’”, lembrou Roberts.

VEJA TAMBÉM:  Ator de Vampire Diaries sai do armário em vídeo fofíssimo; assista
(Foto: Reprodução / Kacey Cole)
(Foto: Reprodução / Kacey Cole)

“Amo este esporte mais do que tudo – tenho tanta sorte e privilégio de fazer isso – mas não posso passar outro dia sem tentar alcançar a pessoa que quero ser. Acho que para alcançar os meus principais objetivos da vida, preciso ter felicidade e autenticidade.”

Representatividade no esporte

(Foto: Reprodução / Kacey Cole)
(Foto: Reprodução / Kacey Cole)

Embora possa estar aposentado, Roberts se destaca como um dos poucos atletas masculinos de alto nível do mundo, do esqui profissional, a se declarar gay.

O anúncio de sua sexualidade ocorre cinco anos após o freeskier americano e detentor da medalha de prata nas Olimpíadas, Gus Kenworthy, que fez estreia na TV em American Horror Story neste ano, ter se declarado gay, gerando manchetes globais no processo.

Desde que se aposentou do esqui profissional, Roberts começou uma nova carreira na Noruega trabalhando com finanças e parece pronto para embarcar em um novo capítulo.

VEJA TAMBÉM:  Surfista sai do armário e se torna o 1º atleta abertamente gay da China

“Eu sou gay”, disse Roberts. “É parte de mim e estou orgulhoso disso, e estou pronto para ser feliz.”

Avatar
Carioca, antenado e intenso. Redator do Põe na Roda e Produtor Digital da Rádio Rio de Janeiro. Amante das artes, desde as cênicas até a fotografia. Taurino com 21 anos, apreciador raiz da cultura pop e um jornalista em construção.