Pra quem não sabe, ontem (3) os bolsominions (eleitores do coisa ruim) Rodrigo Amorim e Daniel Silveira, candidatos a deputado pelo PSL, foram flagrados depredando patrimônio público, destruindo a nova placa feita em homenagem à vereadora Marielle Franco, assassinada brutalmente a tiros em um crime político ainda sem resolução.

A razão pra fazer isso? Ninguém entendeu…

Depredação de patrimônio público é crime e ainda não se sabe se autoridades tomarão as medidas cabíveis para punir os responsáveis pela atitude. Mas nada que surpreenda vindo de eleitores do coiso, né? Criminosos com total falta de humanidade e empatia… sentindo que tem aval para a barbárie pelo bossal presidenciável que os representa estar a frente da corrida presidencial no Brasil…

Mas o que importa é que o site Sensacionalista criou um financiamento coletivo


Assista também:


Eles ainda tiveram a coragem (porque noção faltou, né?) de gravar um vídeo mostrando a depredação do patrimônio:

De qualquer forma, o site “O Sensacionalista” criou um financiamento coletivo para quem puder ajudar com doações para pagar a confecção de cerca de cerca de 100 placas de rua para Marielle Franco iguais à que foi destruída, estimando o valor de cada uma delas em R$ 20 reais.

As placas serão distribuídas gratuitamente na Cinelândia, em dia e horário a ser anunciado. 13% do valor arrecadado ficará com a Ferramenta Catarse.

Importante ressaltar que o site “O Sensacionalista” não ficará com nenhum valor. Nas palavras dos próprios: “Doe agora. Eles rasgam uma, nós fazemos 100.”

Clique aqui para fazer a sua doação.

Vale lembrar que enquanto idiotas quebram uma placa em homenagem a vereadora assassinada, Marielle Franco foi autora de cinco projetos aprovados mês passado (sim, após a sua morte!). Entre eles estava a criação de creches para atender pais que trabalham em período noturno.

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).