Depois da última campanha em que explicava o perigo de se votar em branco nas eleições, o Burger King continua arrasando em suas campanhas publicitárias, que não só divulgam a marca e seus lanches, mas buscam conscientizar a sociedade.

Na nova empreitada, é explicada uma diferença básica que muitas pessoas na sociedade atual não tem clara, muitas vezes usando a desculpa de “opinião” pra justificar “preconceito”.

Mas afinal, o que é opinião então? Opinião é azul ou verde, é salgado ou doce, é feijão por cima ou por baixo do arroz… É opinião quando esta dita opinião está no SEU quadrado. Até aí tudo bem.

Agora, quando esta suposta opinião interfere no direito de outra pessoa, quando fere a dignidade, a liberdade ou a existência de OUTRO, deixa de se chamar opinião e passa a se chamar opressão, preconceito ou até discurso de ódio dependendo do contexto em que é dito.

Quer entender de maneira ainda mais fácil? Assista ao vídeo da nova campanha do Burger King abaixo, onde eles usam de maneira ousada e bastante honesta, as críticas aos seus próprios lanches nas redes sociais pra te explicar:

O post acima, como era de se esperar, viralizou nas redes sociais e já conta com mais de 7 mil compartilhamentos no Facebook a partir da página oficial do Burger King.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).