Felizmente deu muito certo a forte campanha internacional de celebridades, empresas e até países que prometeram boicote a Brunei, o país asiático que decidiu dede abril deste ano, implantar em sua lei, pena de morte para homossexuais.

O sultão de Brunei, Hassanal Bolkiah, anunciou neste domingo (5) que ao menos temporariamente, a determinação de se aplicar pena de morte para homossexuais, está suspensa no país.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Eu estou ciente de que há muitas questões e má interpretações relacionadas à implementação da SPCO. No entanto, acreditamos que, assim que elas forem resolvidas, o mérito da lei será evidente”, afirmou o sultão no discurso que ocorreu antes do início do Ramadã, mês sagrado para os islâmicos.

Diversas celebridades internacionais iniciaram campanhas de boicote ao país, como Dua Lipa, Elton John, Ellen Degeneres e George Clooney, dentre outras. Uma rede internacional de hotéis de luxo que pertence ao sultão de Brunei, foi fortemente afetada em suas redes sociais, não restando outra opção senão fechá-las temporariamente. Empresas como Virgin Airlines, Citigroup, Banco Alemão e Goldman Sachs também anunciaram boicote ao país, que correu risco de perder milhões de dólares em negócios internacionais caso mantivesse a pena de morte para homossexuais em suas terras.

VEJA TAMBÉM:  Um terço dos gays indianos são casados com mulheres que não fazem ideia disso

Agora é aguardar e ficar em cima para saber se o sultão realmente pretende retomar a lei homofóbica assim que a poeira baixar ou se a suspensão é apenas uma maneira de sair por cima no recuo (esperamos que sim!) da lei homofóbica.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).