As premiações do mundo todo parecem estar, finalmente, se tornando mais inclusivas.

Segundo fontes do “The Sunday Times“, a British Phonographic Industry, empresa responsável por organizar o BRIT Awards, um dos maiores prêmios da música britânica, estaria pensando em extinguir as categorias de Melhor Artista Masculino e Melhor Artista Feminino, para uma categoria neutra, ou seja, apenas Melhor Artista.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

A proposta tem sido estudada por produtores do evento pelo grande aumento de artistas que não se identificam com apenas um gênero, ou mesmo, que não se identificam com gênero algum.

Sam Smith, por exemplo, anunciou recentemente que se identifica como uma pessoa não-binária e que gostaria de ser tratadx com pronomes neutros.

Outro motivo apontado é que outras premiações já adotaram essa mudança. Em 2017, o VMA, premiação da MTV norte-americana, extinguiu as categorias com gênero definido.

VEJA TAMBÉM:  Pesquisa revela que 13% dos jovens franceses não se consideram 'homem nem mulher'

Essa não vai ser a primeira vez que o BRIT Awards modifica uma categoria a fim de ser mais inclusiva. Em 2003, as categorias de “Melhor Artista Feminina Revelação” e “Melhor Artista Masculino Revelação”, se tornaram uma só para incluir bandas e grupos com integrantes mistos.

O próximo BRIT Awards deve acontecer em Fevereiro de 2020, se a ideia for oficializada, a mudança deve ocorrer a partir da edição de 2021.