O que esperar de um presidenciável que diz que “filho gay é falta de porrada”, que “vizinho gay desvaloriza imóvel” ou que “se ver dois homossexuais na rua vai bater?”

Não conhece nenhuma dessas falas ou acha que são fake news? Assista ao vídeo abaixo:

Pois é. Atualmente em campanha (e fugindo de debates, ainda que esteja podendo realizar estes compromissos todos), o deputado, presidenciável e homofóbico Jair Bolsonaro (PSL) assinou um termo de compromisso oferecido a ele por uma organização católica, onde se compromete a reconhecer apenas o casamento hétero caso seja eleito.

No documento proposto pelo grupo “Voto Católico Brasil” e assinado por Bolsonaro, está escrito que ele deve reconhecer apenas o casamento hétero, e que família seja aquela constituída apenas de acordo com o ensinamento da igreja: pai, mãe e filhos.

Ou seja, diferente até da família de Jesus Cristo, né? Que pra começo de conversa tinha dois pais e um deles era adotivo.

Assinado por Bolsonaro: Termo de compromisso contra casamento homoafetivo e diferentes famílias.

Vale lembrar que o casamento homoafetivo no Brasil ainda não é uma lei. Se trata de uma medida do STF que garantiu equiparação de direitos do casamento homoafetivo ao casamento hétero, aprovada em 2011.

No caso de termos um presidenciável notadamente homofóbico, que ainda assina um termo destes, e aliado a isso, termos uma parcela conservadora muito expressiva na Câmara (o que infelizmente é o caso!), dificilmente conseguiremos em um futuro próximo, aprovar uma lei que garanta de maneira definitiva o casamento homoafetivo no Brasil.

É esperar pra ver, caso o coisa ruim seja eleito, ainda que, mexer em direitos adquiridos, como é o caso da união homoafetiva, seria literalmente cutucar um vespeiro e complicar seu próprio governo em um país onde a prioridade deveria ser arrumar emprego pra 14 milhões de pessoas pra começo de conversa…

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).