O advogado é o primeiro a sair passando pano: Ele não disse isso, não teve a intenção, não é bem assim.

Fato é que o jogador Adriano, conhecido como Imperador, parece ter ameaçado o promoter de uma boate no Rio de Janeiro.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Os motivos da briga não foram esclarecidos mas, tenho duas coisas para dizer: tem Maria da Penha pra viado e, o crime que ele supostamente cometeu é de LGBTfobia ou homofobia, ambos recentemente declarados como tal pelo Supremo Tribunal Federal.

Vou usar as palavras dele e, já escrevi sobre isso aqui no site. Tem Maria da Penha pra viado, sim. A Lei Maria da Penha trata sobre a violência doméstica independentemente do gênero da relação doméstica: pode ser entre homem e mulher, homem e homem e mulher e mulher. A lei não distingue o gênero e, se você vive numa relação de abuso em sua casa, denuncie.

VEJA TAMBÉM:  Suprema Corte do Canadá determina que Direitos LGBT devem se sobrepor a crenças religiosas

Mas, o crime supostamente cometido pelo Imperador não é o de que trata a Lei Maria da Penha. É crime de homofobia por ameaçar ou agredir uma pessoa, simplesmente por conta de sua orientação sexual, seja ela qual for.

Foi isso que ele fez com o promoter. Ameaçou um promoter dizendo que não tem Maria da Penha pra viado mas, a história é meio estranha porque a causa seria ciúmes desse promoter como uma ex-namorada. 

Isso então faz com a expressão “viado” tenha sido usada pelo Imperador como xingamento o que, é crime de injúria (para o caso de o promoter não ser gay).

Esse tal rapaz já se envolveu em inúmeras polêmicas e essa é só mais uma. Vamos ver no que vai dar.