Khary Payton, ator que interpreta o rei Ezekiel em The Walking Dead, revelou em um post no Instagram que seu filho, Karter, é trans.

Na publicação, o ator compartilhou uma fotografia de Karter usando equipamento de segurança. A foto acompanhada um longo texto que dizia: “Esse é meu filho. Um dos indivíduos mais felizes e bem ajustados que eu já conheci.”

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

View this post on Instagram

This my kid. One of the most happy, well-adjusted individuals I’ve ever known. My son, Karter. Karter with a K because it reminded him of my name. He chose it. You see, he was born female but has always identified as a boy. He thought it would be cool if I announced it on social media. I told him that there would be so many supporters but also a lot of jerks who would be harsh. He said, “Yeah, I know about trolls, daddy. I can handle trolls.” 😅 Man, there is nothing more beautiful than watching your child feel the joy of exploring what it means to be true to themselves. This is his journey, and I am here for it. I hope you all have the opportunity to feel the unquenchable love that I am feeling right now.

A post shared by Khary Payton (@kharypayton) on

No post, o pai ainda explica como seu filho escolheu o próprio nome:

VEJA TAMBÉM:  Ator trans Bernardo de Assis comemora "papel cis" em “Salve-se Quem Puder” da Globo

“Meu filho, Karter. Karter com K porque lembrava meu nome. Ele escolheu. Veja bem, ele nasceu mulher, mas sempre se identificou como um menino”, escreveu Khary Payton.

“Ele achou que seria legal se eu o anunciasse nas mídias sociais. Eu disse a ele que haveria muitos apoiadores, mas também muitos idiotas que seriam difíceis. Ele disse: ‘Sim, eu sei sobre trolls, papai. Eu posso lidar com trolls'”, continuava o texto.

“Cara, não há nada mais bonito do que assistir seu filho sentir a alegria de explorar o que significa ser verdadeiro consigo mesmo. Essa é a jornada dele, e eu estou aqui para isso. Espero que todos tenham a oportunidade de sentir o amor insaciável que estou sentindo agora”, encerrava o post.

VEJA TAMBÉM:  Parlamento do Uruguai aprova pacote de direitos às pessoas trans; saiba quais