O atleta do polo aquático sérvio Sabadell Nemanja Ubovic foi punido por homofobia pelo Comitê de Competição da Federação Espanhola de Natação. Ubovic levou 4 jogos de suspensão e uma multa de 200 euros . Durante uma partida pelo campeonato espanhol ele chamou o adversário Víctor Gutierrez de “bicha”.

O atleta espanhol do polo aquático, Victor Gutiérrez, denunciou em seu perfil no Twitter um ataque homofóbico sofrido durante uma partida oficial. Segundo o jogador, ele foi chamado de “maricón” (viado) por repetidas vezes. O ataque ocorreu no dia 17 de abril e partiu do jogador sérvio Nemanjá Ubovic, do Club Natació Sabadell.

Atleta homofóbico é punido após após ofensas a Víctor Gutierrez
Atleta homofóbico é punido após após ofensas a Víctor Gutierrez (Foto: Reprodução / Instagram)

“É lamentável que esses comportamentos ocorram em ambientes esportivos e que também fiquem impunes. Depois de horas e de não ter recebido nenhum pedido de desculpas do jogador, decidi não proteger a pessoa que me insultou ontem”, denunciou o atleta em um post no Twitter.

A Comissão de Competição abriu um processo contra o jogador homofóbico e ele terá que cumprir a pena. Os responsáveis pelas investigações ouviram testemunhas e analisaram as imagens de transmissão de TV.  Victor comemorou o resultado do julgamento.

“Entre todos nós, conseguimos fazer história. Talvez pela primeira vez, a homofobia no esporte será sancionada. Havia duas opções, olhar para o outro lado e ser cúmplices ou realmente demonstrar que no esporte a homofobia não tem lugar”, declarou o jogador de polo aquático de Madri. Ele agradeceu à Federação Espanhola de Natação e ao Conselho Superior Desportivo “por terem demonstrado um firme compromisso de erradicar esses comportamentos”.