Um jogador profissional de hóquei finlandês falou pela primeira vez que é gay depois de abordar o assunto em uma entrevista recente.

Janne Puhakka – que nasceu em Epsoo, Finlândia e começou a competir profissionalmente aos 16 anos – jogou pelo Rapaces de Gap da França até 2018, quando se aposentou do hóquei com apenas 23 anos de idade. Os atletas da liga geralmente jogam até os 30 anos, enquanto a estrela da Liga Nacional de Hóquei (NHL), Gordie Howe, se aposentou aos 52 anos.

Falando ao site de notícias finlandês Helsingin Sanomat, Puhakka explicou sua demora em sair do armário publicamente alegando que não era “bom o suficiente para ter total segurança em [seu] trabalho”.

“Isso trouxe inseguranças”, disse ele. “Tenho certeza de que outros jogadores gays que não revelam sua sexualidade também temem o problema por causa de seus empregos.”

Resultado de imagem para Janne Puhakka"
Janne enquanto ainda jogava Hóquei profissionalmente.

Embora Puhakka tenha dito que outras ligas esportivas adotaram a inclusão de LGBTQ +, ele afirmou que o hóquei “está atrasado” neste quesito. “Quando Jon Lee-Olsen, da Dinamarca, saiu no mês passado durante uma entrevista com o programa de notícias Go ‘, ele se tornou apenas o terceiro hóquei. um jogador do mundo se tornará gay – e um de um pequeno número que será lançado enquanto competir no esporte”, lembrou.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Embora Puhakka seja o primeiro jogador de hóquei da Finlândia a se assumir gay, o país não tem nenhum atualmente ativo em uma liga profissional atualmente.

Durante seus anos no mundo do hóquei, Puhakka disse que costuma ouvir comentários e piadas homofóbicas no vestiário – embora não esteja claro se eles são exclusivamente direcionados a ele. Embora alguns colegas de equipe soubessem de sua orientação sexual, ele alegou que continuava mantendo sua vida pessoal discretamente em sigilo afim de evitar problemas.

Sua decisão em falar do assunto agora aconteceu porque ele percebeu que, com isso, pode ajudar outras pessoas a ter uma vida melhor do que foi a sua neste sentido.

“Não teríamos que passar por tudo isso se todos pudessem estar fora do armário“, disse ele. “Fico feliz que mesmo um jogador júnior ou profissional se inspire e arrume forças através disso“.

Hoje Puhakka trabalha na indústria da moda, mas espera que um dia os jogadores gays não sejam forçados a escolher entre quem são e o esporte que amam. 

“Seria ideal se eu não precisasse falar sobre isso”, disse ele. “Mas enquanto as pessoas estiverem caladas sobre o assunto, devemos falar sobre isso“.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).