A ativista trans Amanda Marfree, de 35 anos, morreu de coronavírus na madrugada desta terça-feira (23). A informação foi confirmada por amigos da vítima.

Amanda trabalhava Centro de Referência e Defesa da Diversidade em São Paulo e se preparava para concorrer à vereadora de São Paulo pelo coletivo DiverCidade SP (PSOL). A ativista ficou conhecida também por ser uma das primeiras alunas trans a se formar no ensino médio com o apoio do projeto Transcidadania, da prefeitura de São Paulo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Sentimos que estamos ameaçadas a todo instante. E um presidente que insinua golpes militares, classifica antifascista como terrorista e exalta figuras do nazismo é uma ameaça para nós”, afirmou Amanda sobre as atitudes do presidente Bolsonaro em meio a pandemia de Covid-19, em entrevista ao jornal Estadão.

Durante a pandemia, Amanda distribuía cestas básicas para pessoas trans em situação de vulnerabilidade. 

“Eu estou arrasado com essa partida inesperada, e queria muito poder me despedir adequadamente, mas tenho em mim todos os sorrisos que demos”, disse em rede social o amigo da ativista, Léo Paulino.

VEJA TAMBÉM:  Coronavírus: Indústria do pornô pode ter a resposta para o fim da quarentena, diz cientista; entenda

View this post on Instagram

É com muita tristeza que comunicamos a todes o falecimento da Amanda Marfree na madrugada deste dia 23/06/2020. Travesti, militante, guerreira, afetuosa e um ser humano cheio de luz. Amanda estava em campanha, que ajudou muitas travestis prostitutas na região do Parque do Carmo, doando cestas e aqué pras monas, em tempos de pandemia. Também era uma militante de fronte nas questões de HIV/AIDS e outras IST's. Amanda trabalhava no Centro de Referência e Defesa da Diversidade (região do Arouche) como articuladora. Ela morreu ajudando. Ela morreu fazendo aquilo que poucas pessoas estão dispostas a fazer: ir até às pessoas travestis e mulheres transexuais da base e fortalecer. É nisto que acreditamos e é assim que será lembrada. Fica nossos pêsames aos familiares, colegas de trabalho e amigos mais próximos. Descanse em paz guerreira, tombada pelo novo coronavírus.

A post shared by Coletivo Arouchianos (@arouchianos) on

AMANDA MARFREE, na madrugada do dia de hoje, faleceu a minha grande amiga. 😭A primeira memória que tenho dessa mulher…

Posted by Léo Paulino on Tuesday, June 23, 2020

Apenas nas últimas 24h foram mais 1.374 mortes confirmadas de coronavírus. Com as novas vítimas, Brasil chega 52.645 óbitos até esta quarta-feira (24). O país possui 1.145.906 infectados, 39.436 apenas nas últimas 24h. Em São Paulo são 224.475 infectados e 13.068 mortes.

VEJA TAMBÉM:  Ator trans Bernardo de Assis comemora "papel cis" em “Salve-se Quem Puder” da Globo