Um grande símbolo da luta pelos Direitos LGBTs no mundo, o ativista e roteirista norte-americano, Larry Kramer, faleceu aos 84 anos de idade ontem (27).

Seu marido, David Webster, com quem Kramer era casado desde 1991, confirmou a notícia ao jornal The New York Times, informando que a causa da morte foi uma forte pneumonia.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Broadway.com | Photo 18 of 25 | Jerry Seinfeld, Kelly Ripa and ...
David Webster e seu marido Larry Kramer.

Na década de 80 e 90, Larry se envolveu fortemente na luta contra a AIDS quando o vírus estava em seu auge dizimando a comunidade LGBT, principalmente homens gays e mulheres trans. Sua ONG, Gay Men’s Health Crisis, se tornou a maior organização privada do mundo a dar assistência a soropositivos.

Na época, quando o governo ainda não se importava com o HIV, afinal era visto como uma “doença gay”, ele também se envolveu na criação do ACT UP, uma organização idealizada pra realizar atos de desobediência civil pra chamar atenção do governo para a pandemia.

Em 1988 ele foi diagnosticado como portador de HIV. Com muita sorte, a doença nunca se desenvolveu no autor, e por conta disso, ele não chegou a quadros de AIDS mesmo na época em que ainda não havia tratamento para o vírus.

Em 1985 ele escreveu a peça “The Normal Heart”, para falar do auge do HIV. Mais tarde, em 2014, a obra virou um excelente e emocionante filme nas mãos do roteirista e criador Ryan Murphy.

O autor continuou trabalhando em livros, peças e roteiros até a sua morte — incluindo “The Destiny of Me”, sequência de “The Normal Heart” que foi lançada em 1992; e “An Army of Lovers Must Not Die”, uma peça ainda inédita que ele revelou ter escrito com inspiração na pandemia do novo coronavírus.

Assista abaixo ao trailer de The Normal Heart, que está disponível pra assistir no serviço de streaming HBO Plus:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).