Já confessei aqui que sou noveleiro.

Como grande parte da população, muitos assuntos interessantes socialmente foram abordados por muitas novelas e minisséries.

Começou, se não me engano, com um casal de mulheres na novela Torre de Babel que, por causa do público, acabou sendo morto este casal numa explosão. O Brasil ainda não estava pronto para isso naquela época.

Depois, vieram vários casais mas, beijo gay no horário nobre, só apareceu mesmo na novela em que Felix, Mateus Solano, se casa com o companheiro e o beija na última cena do último capítulo.

Importante mesmo é saber que a sociedade vem mudando a tal ponto que nesta novela atual da Globo, A Dona do Pedaço, há o casal de gays representado por Malvino Salvador e Guilherme Leicam e, o também casal cis e trans, de Glamour Garcia e Pedro Carvalho (Britney e Abel).

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Com delicadeza, Walcyr Carrasco foi impondo à trama uma beleza sobre a evolução do casal que, começou com o aparecimento de Britney na trama e foi passando pela não aceitação e negação inicial do Abel para, ao final, casarem-se e viverem felizes para sempre.

O casamento, o beijo, o amor entre eles foi bem aceito e, o público adorou.

Quanto a Agno e Leandro (Malvino Salvador e Guilherme Leicam), foi também a não aceitação da filha do primeiro e sua redenção posterior que deu um quê de realidade à trama.

Ninguém aceitou de primeira, teve divórcio conturbado e, filha que não aceitava a condição do pai.

Muito comum isso na vida real e, a novela deu um presente à sociedade e recebeu de volta a enorme audiência que o folhetim tem.

Para o mundo do direito de família e das novas famílias, tudo isso foi importante porque, se de um lado não houve uma aceitação de pronto, houve uma lapidação das relações que, acabou acertando tudo para todos, como aliás acontece na vida real.

São iniciativas como essas que fazem com que a sociedade mude, o Direito mude e as pessoas se conscientizem do fato de que há mais de uma forma de amor neste mundão de meu Deus.