O arcebispo metropolitano de Natal (RN), Dom Jaime Vieira Rocha, simplesmente ganhou o Twitter nesta segunda-feira (01) após se recusar a dar entrevista a um  repórter com trejeitos afeminados.

O jovem Ricardo Sérgio pedia ao arcebispo que desse uma declaração para a assembleia que o assistia ao vivo no final da missa, mas o comandante da paróquia, desconfiado, questionou o jovem:

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Eu não tô gostando dessa entrevista não, tô achando que estão me usando para me ridicularizar, é?” questionou o arcebispo em atitude extremamente homofóbica. Imediatamente uma outra pessoa, em tom didático, pede que ele dê uma declaração sozinho, sem o entrevistador.

O ato homofóbico aconteceu durante o encerramento de uma missa que celebra a Festa de Nossa Senhora da Piedade. O arcebispo, ao concordar em falar sozinho, ainda contra-argumenta: “a gente vive num mundo complexo”.

Em nota encaminhada ao site Agora RN, a Arquidiocese Metropolitana de Natal tentou minimizar o ocorrido dizendo que “não foi nada demais”. Já Dom Jaime, afirma que não teve a intenção de causar “algum inconveniente“.

VEJA TAMBÉM:  BBB21: Afeminado pode ser ativo? Meme com Gilberto gera discussão na web

“Quem me conhece sabe que não é do meu caráter e se afasta dos ensinamentos cristãos, que há 46 anos tenho por missão difundir”, disse ele tentando justificar a discriminação. Lamentável.