Não é novidade que o futebol é um esporte que reforça estereótipos e chove homofobia, porém recentemente uma grande personalidade do meio tornou pública a sua sexualidade, quebrando totalmente a barreira preconceituosa que há dentro da modalidade. Em entrevista para o jornal Glamdalen, o arbitro norueguês Tom Harald Hagen saiu do armário e assumiu publicamente que é gay.

Arbitro se assume após episódio de homofobia em campo
Foto: Ben Radford/Corbis via Getty Images

“Chegou a hora de dizer que sou gay. Só coisas positivas virão disso. Para mim, sempre foi uma parte completamente natural da vida”, disse o arbitro segundo o Globo Esporte. A decisão de se assumir partiu após episódio de homofobia contra um dos técnicos durante a partida, causado pelo atacante Flamur Kastrati que, obviamente, será punido.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Após a entrevista, Tom se mostrou surpreso com a quantidade de mensagens de apoio que recebeu e entre elas, estava a do treinador insultado no jogo. “Nem sempre gostei tanto dele como árbitro. Mas isto é impressionante e foi muito bem feito. Tenho muito respeito por ele” – disse o técnico alvo da fala homofóbica.

VEJA TAMBÉM:  Amybeth Mcnulty, protagonista de Anne with an E, se revela LGBTQ+