A prefeitura de Paris, na França, decidiu pintar faixas nas cores do arco-íris temporárias para celebrar o Mês do Orgulho LGBT em junho.

Acontece que, poucas horas após as mesmas serem pintadas, foram alvos de vandalismo na madrugada, com frases homofóbicas pixadas por cima. Elas diziam “LGBTs, saiam da França” e “Ditadura LGBT!”. Quanta insegurança desses héteros, não?

Faixa de pedestres vandalizada em Paris.

Pois se enganaram os homofóbicos vândalos que acharam que intimidariam alguém ou impediriam a diversidade de ser mostrada na cidade. A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, acaba de comunicar a decisão de manter permanentemente as faixas na rua.

“Paris quer ser uma cidade segura e que abraça a diversidade e os valores de igualdade, liberdade e fraternidade”, escreveu a prefeita no Twitter.

Mensagem da prefeita de Paris no Twitter.

“Por isso, agora vai ficar permanentemente pintada a faixa criada para celebrar a Parada do Orgulho LGBT!”, finalizou ela.

“Os ataques homofóbicos são a prova da discriminação e violência enfrentada por LGBTs em todos os lugares, seja na França ou no resto do mundo. Lutaremos contra esse tipo de intolerância em resiliência!”, postou um usuário do Twitter com o qual a gente não poderia concordar mais, né?

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).