Um casal gay que turistava pelo carnaval francês viu seu dia devastado depois que foram alvo de um ataque homofóbico.

Lucas e Noël estavam curtindo o Carnival Biarnés anual no último sábado, onde carros alegóricos coloridos desfilavam pelas ruas da comuna francesa de Pau, na região da Nova Aquitânia na França, quando foram reconhecidos por um rapaz em questão que havia sido expulso de um bar na sexta-feira anterior pelo mesmo casal após ser acusado de assediar e constranger mulheres no local: “Ele nos reconheceu e queria vingança!”, disse o casal à imprensa.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O agressor homofóbico e misógino chegou surpreendendo o casal e dando socos no rosto de ambos  enquanto gritava insultos homofóbicos. Eles conseguiram se desvencilhar, mas Lucas sofreu vários ferimentos no rosto e foi forçado a tirar três dias de folga do trabalho.

VEJA TAMBÉM:  Em apoio a transgêneros, 4 autores cancelam contrato com editora de livros de JK Rowling

No entanto, a justiça francesa não reconhece o ataque como homofobia. O tribunal afirma “falta de informações suficientes”, acusando o agressor apenas de consumo exagerado de álcool.

O casal tentou registrar o crime como característico de ódio, mas desistiu pela falta de apoio da polícia, dizendo que queriam apenas ir embora pois se sentiam muito abalados.

O grupo de advocacia local LGBT + Arcolan está apoiando o casal e pressionando os promotores a tratar o incidente como um crime de ódio homofóbico.

A França observou aumento recente nas taxas de crimes anti-LGBT. 2018 foi observado como o pior ano desde que os registros começaram. Nada que se compare aos números alarmantes do Brasil entretanto (mas que também não deve se justificar por isso!).

VEJA TAMBÉM:  O emocionante apelo a favor da criminalização da homofobia de Daniela Mercury; vem assistir

Fonte: Queerty

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).