Michael Hill, um professor de artes americano decidiu deixar a cidade onde morava e lecionava, Seneca no Estado do Kansas, após sofrer ameaças de alunos por ter se assumido gay em suas redes sociais.

Professor de artes, Michael decidiu contar que era gay publicamente no “Comming Out Day” de 2017, inclusive aos seus alunos. Acontece que, diferente de sua família, ele encontrou um ambiente extremamente preconceituoso e hostil na escola. E foi aí que seu inferno começou.

O professor e uma das cartas recebidas.

Foram muitas as cartas com ameaças, xingamentos e intimidações de alunos da escola onde ele lecionava. As mensagens diziam inclusive que, se ele continuasse por ali, seria linxado e os anônimos ameaçadores fariam algo com as próprias mãos.


Assista também:


O professor também teve seu carro danificado, além dos pneus furados e a expressão “Bicha” pichada em seu vidro.

Quando o professor começou a namorar, através de suas redes sociais, seu namorado também passou a receber ameaças.

Hill chegou a procurar ajuda e desabafar em suas redes sociais, ganhando até algum apoio, mas os os acontecimentos e constantes ameaças desencadearam síndrome do pânico e stress, fazendo com que ele, deprimido, deixasse até de sair de seu apartamento por medo.

Sem conseguir identificar os culpados, mesmo com apoio da polícia e administração da escola onde dava aula, ele não conseguiu por fim a situação.

A solução então foi fazer as malas e se mudar de cidade: “Foi a única solução”, afirmou ele em uma reportagem do jornal local, Topeka Capital-Journal.

Ele agora vai morar em Palm Springs, onde afirmou esperar encontrar um ambiente menos hostil e preconceituoso do que a realidade enfrentada em seu trabalho em Seneca no Kansas.

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).