Em Nova York, o aplicativo  Jack’d, que é voltado para paquera entre gays e bissexuais masculinos, acaba de ser condenado a pagar uma indenização de  240 mil dólares, cerca de R$ 923 mil, devido ao vazamento de centenas de fotos de usuários na rede. 

Com mais de 6 milhões de usuários cadastrados em todo mundo, a plataforma teve uma falha no sistema de segurança. Além de vazar fotos, o serviço também estava mostrando a localização dos usuários sem a autorização das pessoas que utilizavam à plataforma. 

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Um dos motivos da condenação foi a demora que o app teve para corrigir o erro. Ao todo, foi mais de um ano para que os técnicos encontrassem uma solução para o problema. Com isso, muitos perfis que gostariam de se manter privados, foram expostos na rede. 

Após a condenação, a Online Buddies, dona da marca Jack’d, pediu desculpas e anunciou em comunicado que vai investir em melhorias de segurança.

VEJA TAMBÉM:  Pabllo Vittar confessa que usou Grindr durante a turnê de Nova York: "Não tô morta"