O casal americano Ben Martella e Alec Jansen chamou um motorista pelo aplicativo Lyft (disponível nos Estados Unidos) para buscá-los na Universidade Bustler e levá-los para Broad Ripple.

Acontece que infelizmente eles não conseguiram chegar ao destino, já que no meio do caminho, foram expulsos do carro por simplesmente darem um selinho enquanto estavam no banco traseiro.

Ao ver que se tratava de um casal gay pelo retrovisor, o motorista teria gritado: “Vou acabar com seu passeio! Não aceito isso no meu carro!!”

Constrangidos e humilhados, ambos tiveram que deixar o veículo e chamar outro motorista. Ben compartilhou em seu Twitter a história avisando ao aplicativo Lyft do acontecido:

“Fui discriminado pelo motorista que me tocou do carro porque eu beijei outro homem. Ele nos expulsou e ainda tive que pagar a corrida! Desapontado e me sentindo injustiçado!”

Em resposta, a empresa Lyft lamentou o ocorrido e pediu pra que o jovem entrasse em contato com a central para apurar o caso.

O motorista já foi descadastrado do aplicativo e o dinheiro da corrida também foi reembolsado ao casal pela empresa que afirmou à imprensa ter uma postura rígida anti-discriminação de seus clientes.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).