A personalidade da mídia Antonia Fontenelle foi acusada de ser transfóbica em um comentário bem desnecessário postado no Instagram do filho de Gretchen, Thammy.

Em uma postagem onde Thammy aparecia sério e perguntava aos seus seguidores: “Se você pudesse me fazer uma pergunta, qual seria?”, Antonia Fontenelle, que se diz amiga do rapaz, perguntou: “Quantos centímetros já tem essa jeba?”.

Sem qualquer sensibilidade – e provavelmente conhecimento de causa – sobre pessoas trans, Antonia Fontenelle não sabe que é extremamente delicado falar dessas questões para muitos transgêneros. Não é uma brincadeira. Muitas pessoas trans vivem com disforia pelo próprio genital tentando até tirar a própria vida por conta disso.

Felizmente não parece ser o caso de Thammy, que como muitos homens trans, não tem qualquer problema em ter uma vagina, ou como muitas mulheres trans que também aceitam e curtem tranquilamente o próprio pênis.

Mas se trata de uma falta de sensibilidade e humanidade comentar abertamente isso sabendo que muitas pessoas trans que seguem Thammy, podem se deparar com um comentário desses e se ofender. É cutucar um machucado que dificilmente cicatriza em uma sociedade transfóbica que já os faz questão de lembrar disso o tempo todo.

Pessoas trans que vivem com disforia genital não gostam de ser lembrados disso, e constantemente são pela sociedade, seja em “brincadeiras” desnecessárias e de mal gosto como a de Antonia Fontenelle, ou mesmo em ofensas declaradas que pessoas trans ouvem por aí no dia a dia constantemente.

Claro que o comentário de Antonia Fontenelle no instagram de Thammy não passou desapercebido.  Apesar de algumas defesas sob o rótulo de “brincadeira entre amigos”, muitos seguidores criticaram a postura desumana de Antonia chegando a chamá-la de transfóbica, entre outras coisas: “Certamente é maior que teu cérebro e respeito”, disse uma seguidora enquanto outros afirmaram: “Você não cansar de passar vergonha, miga?”, “Velha e azeda!” e “Lady Fontenelle sempre querendo aparecer”, pra citar alguns comentários.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).