Após o desabafo que teve na tarde do último dia 27 de janeiro, quando mandou “gays e viadinhos pra casa do caralho” em suas palavras, a atriz Antonia Fontenelle agora disse em seu canal do Youtube que vai lutar por leis que criminalizem os LGBTs, ou mais propriamente, os LGBTs que a criticam em suas redes sociais.

Algumas atitudes recentes de Antonia Fontenelle renderam muitas críticas de LGBTs, como por exemplo, quando foi acusada de ser transfóbica com o ator Thammy Miranda em um comentário no Instagram, quando declarou voto em políticos homofóbicos, ou ainda quando deu moral ao maquiador Augustin, outra personalidade também muito criticada por LGBTs, tanto por sua ausência de envolvimento com a causa como apoio a figuras homofóbicas.

Pois bem. Além de garantir que vai conseguir com seus amigos políticos uma lei pra criminalizar estes LGBTs, a atriz que xingou homossexuais de “gayzinhos” e “viadinhos”, agora ainda ameaça que é melhor que LGBTs não a tenham como inimiga!

A revolta de Antonia Fontenelle se dá principalmente porque algumas marcas (como a Embelleze ou a escola de samba Império Serrano) estão ameaçando romper com ela, uma vez que as suas redes sociais também estão cheias de críticas à atriz.

Leia o discurso de Antonia Fontenelle na íntegra:



Aproveite e assista:



“Vocês sabiam que tá rolando um movimento covarde, um movimento terrorista, o qual eu considero crime, e que enquanto eu não conseguir junto aos políticos que eu conheço uma lei para criminalizar quem faz esse tipo de coisa, eu não vou me aquietar.

Eu estou me referindo a alguns gays. Gays não, gays se respeitam. Eu estou me referindo a pessoas nojentas, sujas, que não tem absolutamente nada pra fazer na vida. Pessoas que passam o dia na internet fomentando intriga, fomentando caos, tentando destruir pessoas, achando que vão dominar o mundo. Estas que são as mesmas pessoas que me atacaram por um comentário que não tinha nada pra fazer confusão.

Eu nunca fui desrespeitosa com ninguém, sempre fui reativa. Sempre me defendi e sempre vou me defender. Então eu queria dizer pra vocês que estão fazendo movimento nas redes da  Embelleze, movimento lá no Império Serrano para eu não desfilar, eu queria dizer uma coisinha para vocês: Eu, Antonia Fontenelle, esse nome eu escrevi num muro de arrimo, não foi numa areia movediça. Quem me conhece sabe quem eu sou, quem me compra sabe que o que tá comprando.

Então não pensem que vocês vão conseguir me derrubar por que vocês não vão. Desistam enquanto é tempo e não me queiram como inimiga , porque eu não os tenho como inimigos. Só os quero longe de mim enquanto vocês se comportarem desse jeito, tá?

Então mais uma vez eu vou dizer: não pensem que eu vou arregar pra vocês , que eu vou abaixar a cabeça pra vocês, porque os que vocês estão fazendo é terrorismo, é crime e vai ter uma lei muito em breve pra punir isso aí. Escutem o que eu estou falando pra vocês, tá bom? Recado dado.”

Após todo discurso a atriz agradece as mulheres que estão ao lado dela e diz que essa união é linda. Também fala que o que a comunidade LGBT está fazendo é um movimento político covarde, só porque é do conhecimento de todos que ela apoia o presidente homofóbico Jair Bolsonaro.

A atriz termina o discurso dizendo que vai mover mundos e fundos para mudar essa situação, e que os LGBTs estão fazendo as pessoas se calarem, porém ela não irá se calar e manda o seguinte recado: “Vocês estão mexendo com a pessoa errada!”

Assista ao vídeo na íntegra:

Maikon Stefan
Amante do teatro, tv e de Harry Potter, formado em Técnico em Administração e Bacharel em Ciência e Tecnologia (UNIFESP-SJC). Atualmente cursa Engenharia de Materiais (UNIFESP-SJC). Também foi Presidente da Empresa Júnior (Ectm Jr). "Me chama pra causar que eu vou".