Anitta ficou indignada com os comentários feitos pelo ex-radialista da Jovem Pan Rodrigo Constantino, relacionados ao caso de estupro da inluencer Mari Ferrer e na visão do radialista, a culpa do crime é da mulher e não do estuprador. A cantora Anitta, logo quando soube, decidiu se posicionar contra a fala do radialista através de seu Twitter, foi atacada por algumas pessoas e promoveu uma chuva de respostas bem dadas através de tweets.

Cantora Anitta
Foto: Divulgação

Em algumas dessas mensagens de ódio recebida pela cantora, um usuário alegou que o motivo para os números de estupro subirem tanto seria a própria artista, que indignada, respondeu: “Eu que faço as mulheres serem estupradas cada vez mais? Meu Deus”, “Primeiro ela precisa estudar um pouco as estatísticas. Segundo: acredito que se aumentou o número de casos registrados é porque, graças a Deus, aumentou o número de mulheres que tem coragem de fazer a denúncia. E se aumentou o número de denúncias é porque as mulheres estão se unindo e passando a força e umas às outras”, acrescentou Anitta.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
VEJA TAMBÉM:  “Se Jesus voltar gay ou afeminado, crucificam ele de novo”, diz humorista Paulo Vieira
Anitta respondendo comentários de ódio
Reprodução: Twitter

Anitta também foi chamada de analfabeta quando um rapaz que falou “você é um lixo, não entende nada política. A alguns meses você não entendia nem dos poderes? kkkkkkkk Você é uma analfabeta”. E a cantora não deixou barato e logo cortou, “Ixi, amore! Vou continuar estudando política porque eu realmente não entendia e, você, estude o português para saber o significado da palavra analfabeta. Adorei a troca de dicas de estudos”

Anitta respondendo comentários de ódio
Reprodução: Twitter

A situação foi dessa pra pior, a cantora continuou recebendo muitos comentários de ódio e preconceito no Twitter. O nome da cantora ficou no topo dos mais comentados, com várias mensagens de apoio de outros artistas, como a Pocah e de fãs.