Um agora funcionário da Ambev, maior empresa de bebidas do Brasil e responsável por marcas como Antártica e Skol, foi demitido após ser descoberto uma postagem homofóbica em uma rede social.

Segundo divulgado pela Exame, em uma notícia que contava a história de um casal gay impedido de alugar um imóvel no Rio de Janeiro, o rapaz – que teve a identidade preservada -comentou que não alugaria um imóvel pra um casal homossexual, dizendo ainda que “não são nem gente, são uma raça maldita”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Através de um grupo de apoio aos LGBTI+ da própria empresa, um print do comentário chegou até a Ambev, que sabendo do crime de discriminação de seu funcionário, decidiu desligar o funcionário de suas funções.

Em nota, a empresa firmou que não compactua com esta postura: “A Ambev não aceita, em hipótese alguma, que as pessoas faltem com o respeito ou sejam preconceituosas. Esse comportamento não é tolerado por nós. O funcionário já não faz parte da companhia. Reforçamos que sempre apoiaremos o respeito e todas as formas de amor”.

VEJA TAMBÉM:  Suécia nega asilo a jovem gay que teme voltar ao seu país, onde ser gay rende pena de morte

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que isso acontece. O Google já demitiu um funcionário em 2017 por razões semelhantes, o que viola o código de conduta da empresa.

E estão certas, né? Nenhuma empresa vai querer ter como colaborador um criminoso, certo? E vale lembrar: discriminação, seja ela por raça, etnia, religião, identidade de gênero ou orientação sexual, é crime.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).