Ética é um conceito humano filosófico que trata das relações interpessoais e do modus vivendi em sociedade.

Se você procurar num dicionário qualquer da Internet vai ver que a definição de ética é o conjunto de regras e preceitos de ordem valorativa e moral de um indivíduo, de um grupo social ou de uma sociedade.

Basicamente eu entendo que ter ética é manter os instintos selvagens sob controle.

Infelizmente, o sectarismo e a divisão de opiniões hoje em dia no Brasil estão absolutamente em alta e, isso interessa aos poderosos.

Dividir para governar é um conceito maquiavélico muito antigo onde se divide o inimigo (no caso os súditos) para que eles nunca se unam contra o rei.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

E, falando em ética, penso no acontecido ontem no Programa Pânico da Jovem Pan em que Augusto Nunes, confrontado por Glenn Greenwald sobre ter ofendido seus filhos, partiu para a agressão física.

Quem tem filhos sabe: não mexa com eles.

Augusto Nunes ofendeu mesmo o casal Glenn e David Miranda quando disse que sendo um jornalista ocupado com a Vaza Jato e outro, deputado Federal, deveriam acionar o Conselho Tutelar para ver quem está cuidando de seus dois filhos que foram adotados pelo casal.

A ética, se fosse observada por Augusto Nunes, jamais permitiria que ele, ainda que brincando, falasse – para ofender o adulto – sobre suas crianças.

Glenn, com razão, disse que sua atitude era covarde e, o cara partiu pra agressão física.

Selvageria total.

Mas, selvagem mesmo é o produtor e todo o Programa Pânico que, em busca de audiência, junta dois antagonistas sem avisar um que o outro lá estaria. Glenn foi ingênuo de ter ficado para o programa e, Augusto foi sujo e mesquinho de agredir o colega fisicamente.

Será que se Glenn não fosse gay isso aconteceria? Já vi hoje em redes sociais piadas ainda mais maldosas dizendo que ele deveria acionar a lei Maria da Penha como uma alusão a ter sido agredido como mulher…

Isso é mais uma prova da homofobia.

Está cada vez mais difícil viver em sociedade.