Jare Ijalana, uma menina nigeriana de apenas 5 anos, foi clicada pelo fotógrafo Mofe Bamuyiwa e teve os cliques divulgados no Instagram.

Acontece que sua notável beleza, justamente valorizada pelo fotógrafo, acabou rendendo um viral na Internet. Com isso, ela já vem sendo chamada de “a menina mais bonita do mundo”.

“Minha intenção foi apenas reproduzir uma imagem atemporal”, contou o modesto fotógrafo que não esperava tamanha repercussão.

Jare tem outras duas irmãs: Jomi, de 7 anos e Joba, de 10 anos. Elas tem um perfil juntas no Instagram: The J3 Sisters.


Assista também:


E antes que alguém problematize: É claro que beleza é algo subjetivo e pessoal e o título foi questionado por muitos internautas, muitos que não concordam, e outros é claro, que expressam seu racismo velado a escolha de uma menina negra.

(continua abaixo)


Veja também:


E aí é que está a importância deste título e divulgação. Justamente por ser negra, uma beleza pouquíssimo explorada e valorizada na mídia, sempre em detrimento do padrão europeu, de cabelo liso e pele e olhos claros, Jare pode ajudar a muitas crianças negras por aí a descobrirem suas reais belezas.

Não a toa, entre a população negra, doenças decorrentes da falta de autoestima e confiança, como depressão por exemplo, são muito mais prováveis estatisticamente.
Que se valorize então não apenas a beleza de Jare, mas de toda população negra!

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).