O novo arcebispo de York, na Inglaterra, a segunda posição mais poderosa da Igreja do país, deve assumir o cargo no próximo ano. Em entrevista, ele admitiu que o histórico da Igreja sobre diversidade “não é nada bom”.

Stephen Cottrell, atualmente bispo de Chelmsford, sucederá John Sentamu como arcebispo de York em junho de 2020.

Segundo a News & Star, Cottrell disse em uma entrevista coletiva na terça-feira (17 de dezembro) que a Igreja da Inglaterra deve “assumir a responsabilidade” e acolher “absolutamente todos, independentemente de sua sexualidade”.

Ele ainda disse que “não havia lugar para homofobia na igreja” e acrescentou: “Quando eu deixar esta posição, espero que a igreja já esteja diferente, mais diversificada. Mas reconheço que nosso passado não é bom e, ouso dizer nós, bispos, devemos assumir a responsabilidade.”

A Igreja Anglicana está atualmente sendo investigada pelo Inquérito Independente sobre Abuso Sexual de Crianças por causa de alegações históricas de abuso infantil.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Cottrell não se negou a comentar o assunto e disse: “Precisamos ouvir os sobreviventes e garantir que suas vozes sejam ouvidas. Espero que, no trabalho que faço como arcebispo de York com o arcebispo de Canterbury, tornar a igreja segura para todos seja realmente uma prioridade.”

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).