A primeira ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, cancelou o encontro que teria com o presidente americano Donald Trump em sua visita ao Reino Unido.

Com agenda disputadíssima, ela teve que atender a um compromisso muito mais importante: comparecer à Parada LGBT da cidade de Glasgow.

Na Parada, ela recebeu o título de “Grand Marshal” em reconhecimento a ter sido a única Primeira Ministra da Escócia a comparecer às Paradas LGBTs do país. Depois dela, vários políticos começaram a copiar o ato e demonstrar apoio. Nicola também sempre esteve politicamente ao lado da conquista de Direitos LGBTs.

Na Parada, ela disse aos presentes: “Estou feliz que a Escócia seja um dos países mais progressistas em Direitos LGBT na Europa. Glasgow é uma cidade fantástica e este tipo de evento só nos une ainda mais. Vamos celebrar o que as pessoas LGBTs acrescentam a sociedade escocesa!”.

Ao finalizar seu discurso, ela afirmou: “Como sociedade devemos defender a igualdade e justiça, e valorizar todo tipo de progresso já conquistado.”

Cerca de 60 mil pessoas compareceram à Parada LGBT de Glasgow que aconteceu no último domingo, 15 de julho.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).