Ligando ou não para o tal do casamento real, é fato que o príncipe Harry e a duquesa Meghan agora são figuras grandes e influentes na história do mundo, principalmente no cenário atual, é claro.

Uma boa notícia – e que nem todos sabem – é que os dois formam certamente o casal real mais pró-LGBT da história da humanidade. Que saber os motivos? Listamos abaixo pelo menos 15 razões:

1. Pra começo de conversa, o escolhido para oficializar a união dos dois foi o bispo Michael Curry, o mesmo responsável por oficializar e abençoar uniões de vários casais homoafetivos na Carolina do Norte.

Michael Curry já celebrou casamentos homoafetivos

2. Questionado pela imprensa, o casal real já afirmou estar comprometido com a questão LGBT. Prova de que isso não é falácia, são os motivos listados mais abaixo.

3. Ao se reunir com delegados do Commonwealth Youth Forum, Harry e Meghan apoiaram publicamente uma campanha que visava descriminalizar a homossexualidade em todo o mundo. Na ocasião, Meghan afirmou: “Esta é uma questão de direitos humanos, não apenas de sexualidade.”

4. Meghan e Harry também já foram vistos visitando as ONGs beneficientes HIV Terrence Higgins Trust, onde encontraram com pessoas que vivem com HIV e posaram para fotos para divulgar a causa.

5. Harry também já elogiou o trabalho de caridade da organização Mermaid’s UK que trabalha ajudando crianças transgêneros.

Harry em evento da Mermaid’s UK

6. Quando estudava teatro em Illinois, o melhor amigo de Meghan era Larnelle Quentin Foster, gay assumido. Ele e Meghan viviam indo em espetáculos de teatro juntos e gostavam de se reunir para cozinhar entre amigos.

7. Meghan e Harry já pediram para que as pessoas doassem dinheiro para uma outra Instituição de caridade para o HIV, a Chiva.

8. Um soldado gay que servia o exército britânico já foi notícia em tablóides britianicos quando contou que o príncipe Harry o salvou de um espancamento de um regimento rival.

9. James Wharton, que também serviu no exército britânico por dez anos, disse que em 2008, seis soldados ameaçaram espancá-lo por causa de um boato sobre um de seus companheiros de pelotão ser gay. Na ocasião, Harry foi procurado por ele e respondeu: “Certo, vamos resolver esta merda de uma vez por todas!”. Ao chegar no grupo, o príncipe avisou que os rapazes estariam sujeitos a penalidades caso não parassem com as provocações. Wharton descreve o príncipe Harry, que era seu comandante de tanques, como “um dos meus maiores protetores”.

James Wharton

10. Em 2012, um bar gay de Londres ganhou as manchetes quando ergueu um grande mural de um príncipe Harry de topless – depois em serviço ativo no Afeganistão – em uma de suas paredes. A popularidade do mural, do artista Mike Bliss, consolidou o status de Harry como um ícone gay.

Arte de Harry como ícone gay.

11. Em agosto de 2012, a imprensa publicou fotos vazadas de um príncipe Harry aparentemente nu brincando em um hotel de Las Vegas durante um jogo de ‘strip billiards’. Ele foi visto festejando com seis mulheres na época aproveitando uma pausa do serviço militar antes de viajar para o Afeganistão. O suposto “escândalo” pode ter ofendido alguns membros da realeza, mas também fez o Príncipe ganhar a simpatia de milhões de novos fãs, entre eles, muitos LGBTs que se identificaram com sua simplicidade e autenticidade.

Harry nú em farra em Las Vegas.

12. O prêmio anual da revista gay britânica Attitude é um dos assuntos mais comentados do universo gay do Reino Unido. Harry foi o convidado especial de honra em Outubro de 2017 quando apareceu para aceitar um prêmio dado postumamente a sua mãe, a princesa Diana. Na ocasião, ele fez um discurso comovente, no qual falou sobre o trabalho de sua mãe na conscientização sobre HIV e que ele continuou com seus próprios esforços de caridade durante a vida.

Harry recebendo prêmio da revista gay Attitude.

13. O príncipe Harry virou manchete quando se permitiu ser fotografado em um teste de HIV em uma clínica de saúde sexual em Londres no início deste mês. A intenção era incentivar jovens a realizar o teste regularmente.

Harry em teste de HIV.

14. O príncipe Harry também fez um rápido teste de HIV ao vivo no Facebook. A título de curiosidade, o teste deu negativo.

15. Em entrevista, Harry disse que continuará a honrar o trabalho de sua falecida mãe: “Muitas vezes me pergunto sobre o que ela estaria fazendo para continuar a luta contra o HIV e a AIDS se ainda estivesse conosco hoje. Acredito que ela estaria dizendo a toda a sociedade, que com o tratamento eficaz gratuito e disponível no Reino Unido nos dias de hoje, que todos nós devemos realizar testes regulares – tanto para o nosso próprio bem como para o bem daqueles que amamos.”

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).