Na Tanzânia, a polícia invadiu uma cerimônia de casamento gay que foi denunciada e levou para a cadeia, junto dos noivos, 10 homens que estavam lá sob acusação de serem gays, simplesmente.

O evento acontecia no Pongwe Beach, na ilha da Tanzânia, no último dia 3 de novembro reunia convidados do casamento.

De acordo com relato da Anistia Internacional, a polícia simplesmente invadiu o local e levou todos os rapazes que estavam sentados em dupla, já pressupondo que estes também seriam casais.

Ser homossexual é crime na Tanzânia e pode levar a prisão. Ainda assim, o governo havia se comprometido tempos atrás a não tocar mais nesta questão.

Seif Magango, diretor da Anistia Internacional do Oeste da África, afirmou sobre o acontecido: “É chocante que o governo tivesse afirmado que ninguém seria detido por orientação sexual ou questão de gênero, e agora esteja fazendo isso.”

E continuou: “É um verdadeiro ataque a humanidade e ao direito das pessoas exercerem sua existência. Isso mostra o perigo de se levar ao governo pessoas com um discurso discriminador”.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).