Não é de hoje que o vereador de São Paulo pelo DEM, Fernando Holiday, vira piada publicamente por conta de algumas afirmações.

Depois de afirmar “ser gay mas não fazer sexo porque é pecado” e simplesmente ser um homossexual negro declaradamente contra projetos ligados a Direitos LGBT e a população negra, que apenas garantem igualdade de direitos a estas parcelas mais vulneráveis da população, desta vez ele foi um pouco mais além.

Depois da declaração de apoio do ex-líder da Ku Klux Klan (um grupo supremacista branco!), David Duke, ao candidato Jair Bolsonaro, Holiday virou chacota nas rede sociais após – em uma tentativa desastrada de defender a direita e o presidenciável Jair Bolsonaro – afirmar com todas as letras que o grupo KKK fazia parte do “movimento da esquerda”, exatamente o oposto a realidade. Pergunte a qualquer historiador ou pessoa minimamente bem informada.

Detalhe que a organização Ku Klux Klan é declaramente racista. Não seria interessante ver um negro homossexual como Fernando tentando argumentar com eles e perguntando se são de esquerda afinal? Imagine como viria a resposta…

Confira abaixo algumas das publicações de internautas comentando as falas do vereador:

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).