A travesti açoitada que aparece apanhando 45 vezes em um vídeo com pouco mais de um minuto que circula desde quarta-feira (16) na internet já foi identificada, acolhida e retirada do Rio Grande do Norte, onde ocorreu a agressão.

Nas imagens fortes, a travesti é vista apanhando em uma área deserta, enquanto é xingada por um homem e promete nunca mais postar vídeos bebendo cerveja. O crime ocorreu em Santa Cruz, cidade a 114 quilômetros de Natal.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Segundo a Revista Híbrida, de acordo com informações da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), o caso já foi denunciado para o Ministério Público do Estado e a ONG Atravevida também acompanha o desenrolar da apuração.

No vídeo, é possível ver a vítima sendo segurada e obrigada a se desculpar enquanto é filmada e recebe pancadas com o que parece ser um chicote. “Eu não vou mais fazer isso”, a travesti repete, enquanto o homem diz que ela “vai aprender a respeitar o crime”.

VEJA TAMBÉM:  Casal gay é agredido por andar de mãos dadas ao voltar de Parada LGBT de Miami

Em respeito à vítima, a ANTRA preferiu não divulgar seu nome. De acordo com a Instituição, ela está viva, passa bem e, agora, os esforços são para cobrar que os órgãos públicos investiguem o caso e identifiquem o agressor.