Um sushiman e fisiculturista da região central do Japão tem chamado a atenção por suas entregas durante a nova pandemia do coronavírus. O halterofilista empreendedor simplesmente exibe seu físico sarado ao entregar os pedidos e surpreende os clientes (gays, principalmente).

Masanori Sugiura, sushiman proprietário de terceira geração do restaurante de sushi Imazushi, de 60 anos (sim ele tem 60 anos), em Anjo, província de Aichi, está entre os vários fisiculturistas de alto escalão atuando como entregadores do restaurante. Na entrega, os homens tiram a blusa e posam para os clientes – que também podem solicitar fotos – de uma distância socialmente segura.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

sushiman Masanori Sugiura

O restaurante recebe pedidos principalmente de Nagoya, mas aceita pedidos de fora da cidade e de lugares distantes como Tóquio e Osaka pelo preço certo, tamanho é o sucesso do sushiman.

Segundo o portal The Japan Times, Imazushi, que normalmente fornece alimentos para eventos, inicialmente sofreu com a pandemia. Sua receita normal de ¥ 100 milhões (US $ 940.000) no trimestre de abril a junho caiu para ¥ 10 milhões, e Sugiura, 41, foi forçada a cortar o número de funcionários de 50 para quatro.

VEJA TAMBÉM:  Gays transam mais durante pandemia apesar dos riscos de Covid, diz pesquisa

À medida que outros restaurantes começaram a oferecer serviços de entrega, Sugiura decidiu mudar para fazer seu negócio se destacar. O sushiman que começou a treinar na academia aos 20 anos, começou a entrar nas competições aos 30 anos e ficou em terceiro lugar em um campeonato mundial de fisiculturismo em fevereiro.

sushiman

Enquanto isso, a maioria de seus colegas competidores estava desempregada como, pois as instalações das academias onde treinavam fecharam durante a pandemia. “Comecei isso para me divertir junto com um grupo especialmente selecionado de cinco fisiculturistas”, disse o sushiman Sugiura.

O serviço “macho delivery” se tornou viral no Twitter assim que o site oficial foi lançado, os pedidos dispararam. Ele agora recebe cerca de oito a dez pedidos em dias movimentados. Sugiura está atualmente procurando outro sushiman entregador em potencial em Tóquio, onde tem recebido muitos pedidos nos últimos dias.