Na última segunda-feira (9), o Sistema Único de Saúde brasileiro realizou no Hospital das Clínicas de Fortaleza, a primeira cirurgia de mastectomia do Ceará. Pra quem não sabe, este é o procedimento médico que possibilita retirada dos seios.

O cearense Kaio Lemos é homem transgênero, tem 38 anos e estuda antropologia na Unilab. Falando ao site NLUCON sobre a experiência, ele se tratar de uma grande vitória, um sonho alcançado.


Assista também:


Homem Trans e ativista LGBT, Kaio Lemos.

Já sobre os planos para o futuro, o rapaz não escondeu a felicidade ao confessar seus maiores desejos: andar de bicicleta sem camisa e poder tomar banho de mar. Vai ser feliz, garoto!

vale lembrar que desde 2013 o Ministério da Saúde do Brasil garante aos homens trans o direito a mastectomia. Mas claro que, como muitos processos públicos no Brasil, o caminho é lento e burocrático. Kaio aguardou cerca de 2 anos, um tempo ainda considerado rápido para este tipo de procedimento. Para realização da cirurgia, são necessários laudosde psicologos e endocrinologista atestando a transexualidade de fato e necessidade do paciente em realizar o procedimento afim de se viver em bem estar psicológico e social.


Veja também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).