O secretário de imprensa Matt Hancock proibiu sexo casual e encontros entre qualquer pessoa que não esteja em um relacionamento sério (como é que é?). Isso mesmo, o “relacionamento de compromisso” ao qual ele está se referindo em sua declaração claramente não inclui a saúde mental, que se deteriora rapidamente, quando você está mais na seca do que o Saara.

Aparentemente, o Coronavírus não ataca só locais de trabalho, mas pessoas com desejos sexuais (…) um vírus bem exigente, não é? A notícia chega depois que um toque de recolher às 22h foi aplicado para pubs e bares seguindo o exemplo da França e da Espanha.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O Sky News questionou Hancock sobre a proibição do sexo casual, e ele afirmou – enquanto ria e enrubescia – que as pessoas deveriam estar em um “relacionamento estabelecido” antes de fazer sexo.

Embora não tenha conseguido explicar exatamente o que isso significava, ao mesmo tempo tentava varrer o assunto para debaixo do tapete. Hancock não percebe que no século 21 há mais pessoas fazendo sexo casual do que em relacionamentos chamados de “sérios”?

Hancock continuou dizendo que é preciso haver “limites”, dizendo: “Significa apenas que as pessoas precisam ter cuidado, precisam ser sensatas. Se você tem um relacionamento bem estabelecido, isso significa que as pessoas percebem que têm contato próximo com pessoas de outras famílias, então é assim que o vírus se espalha.”

Enfim, talvez, apenas talvez, as pessoas pudessem ser mais inteligentes: pratique o distanciamento social, use uma máscara quando necessário e tenha conversas responsáveis sobre as práticas que seus parceiros sexuais têm feito, enquanto limita esses parceiros a alguns poucos selecionados nesse período.