O cirurgião plástico norte-americano Curtis Cetrulo, especialista e pioneiro em cirurgias de redesignação sexual, afirmou acreditar que em breve poderemos operar um transplante de pênis com sucesso em homens trans.

“Seria um salto quântico poder transplantar uma estrutura peniana real. E vamos ultrapassar este limite! Estamos prontos para fazer isso e poderemos realizar o procedimento em breve se conseguirmos a aprovação médica que aguardamos”, disse ele ao MedPage Today.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Cetrulo, que trabalha no Massachusetts General Hospital em Boston (EUA), foi o primeiro a concluir uma cirurgia de pênis com sucesso em 2016. Agora sua meta é convencer a comunidade médica e a administração do hospital de que este é um procedimento viável também em homens trans.

Tentar o procedimento em um homem transgênero seria seu primeiro uso em uma pessoa com sistema reprodutivo não peniano. O procedimento é relativamente novo, ainda sem diretrizes ou padrões estabelecidos e feito apenas nos EUA e na África do Sul.

VEJA TAMBÉM:  Confeiteira egípcia é presa após fazer cupcakes com enfeite de pênis

Anteriormente, o Massachusetts General só permitia o transplante para “homens com defeitos congênitos no pênis ou que perderam o pênis devido a lesões, acidentes ou câncer”. Agora autoridades estão considerando expandir o protocolo para incluir também pacientes trans que desejem ter um pênis.

À direita, o doutor Curtis Cetrulo, especialista em cirurgias de pênis. (Foto: Elise Amendola/AP)
À direita, o doutor Curtis Cetrulo, especialista em cirurgias de pênis. (Foto: Elise Amendola/AP)

Vale lembrar aqui que nem toda pessoa trans tem disforia genital, ou seja, o desejo de ter um órgão genital diferente do qual nasceu. Mas aos que desejarem, claro que a notícia pode ser muito bem vinda e uma realidade em um futuro próximo.

O médico Dicken Ko faz parte da equipe do Massachusetts General e participou do primeiro transplante de testículo entre gêmeos idênticos. Questionado, ele afirmou que não sabe se faria o mesmo procedimento em um homem trans por isso poder gerar dúvidas sobre quem seria o pai de uma criança produzida com os testículos transplantados de outra pessoa.

VEJA TAMBÉM:  Thread de menino que prendeu o pênis do zíper e foi parar no hospital viraliza no Twitter

Com o novo método, os transplantes registrados resultaram em capacidade renovada ou contínua para a função sexual, função urinária e manutenção de sua estética típica.

Se aprovado, o novo método de transplante de pênis poderá substituir as atuais faloplastias e minimizar ainda mais as metoidioplastias.

Faloplastia é o método utilizado atualmente tanto em homens cis que tiveram câncer ou perderam o pênis, quanto homens trans que desejam ter o órgão. O método utiliza enxertos de pele a partir de “retalhos” do corpo e nem sempre têm a capacidade de ereção, apresentando complicações muitas vezes na prática. Já metoidioplastias é um método onde é usado tecido clitoriano, mas também ainda não tem um resultado satisfatório em questões como o uso para penetração.

Com o novo método que ainda aguarda aprovação da comunidade médica, Cetrulo acredita que os novos transplantes de pênis são uma nova possibilidade e que causariam “menos complicações uretrais, melhor resultado estético e melhor capacidade sexual fisiológica”.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).