Um homem transgênero britânico foi ao hospital tratar uma dor que sentia na região abdominal e acabou descobrindo que, na realidade, estava grávido.

Segundo o New England Journal Of Medicine, Sam, que tem 32 anos, foi acompanhado pelo namorado ao hospital se queixando de uma estranha dor de estômago.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Chegando lá, disse aos médicos que seu nível de dor estava em oito, de zero a dez. Eles então mediram sua pressão e frequência cardíaca.

Como homem trans, ele informou aos médicos que não menstruava já há vários anos devido ao fato de se hormonizar com testosterona.

A princípio lhe foi recomendado remédios para dor abdominal e pressão arterial, segundo o relatório do hospital, além de uma avaliação de “caso não urgente”.

Algumas horas depois, mais alguns resultados de exames saíram e então veio o diagnóstico completo que surpreendeu a todos: O paciente tinha dor abdominal intensa, possíveis membranas rompidas e hipertensão em uma gravidez avançada, o que sugeria a necessidade de um possível trabalho de parto, que provavelmente a esta altura, já deveria ter acontecido.

VEJA TAMBÉM:  Jovem trans ganha o presente de Natal mais lindo de sua avó

Infelizmente era tarde e os médicos não detectaram batimento cardíaco do bebê. Na sala de cirurgia realizaram o parto e se confirmou que ele estava sem vida.

Daphna Stroumsa é bolsista do National Clinician Scholars Program e professora clínica de obstetrícia e ginecologia na Universidade de Michigan. Ela disse que Sam foi “corretamente” classificado como homem ai chegar ao hospital. Entretanto, justamente por isso, não foi considerada inicialmente a hipótese de gravidez.

“Às vezes, as classificações, incluindo as de raça e sexo, não conseguem captar a complexidade de nossos pacientes e nos impedem de tomar a melhor ação”, disse ela.

E acrescentou: “Então, no nosso caso … o sistema sexual binário – para nosso paciente ou para outras pessoas transexuais ou intersexuais – ainda não prevê estas informações adicionais”.

Daphna ainda disse esperar que o caso sirva para que a área médica tenha a mente aberta quanto a estas classificações para que casos como este sejam melhor atendidos.

VEJA TAMBÉM:  Jovem conta processo de descoberta e transição de gênero e viraliza: “Cansei de esconder quem sou”
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).