O casal gay Tony Brooks Tsai, vereador da cidade de San Antonio (Texas), e Phillip Tsai Brooks, proprietário de um salão de cabeleireiro, morreram de coronavírus no hospital, separados alguns quartos um do outro.

O dois moravam com a mãe de Phillip, que também está infectada. Ela teve que ser informada da morte através de uma porta de vidro, enquanto fica em quarentena em casa.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Eles viajaram pelo mundo, levaram minha mãe para todo lugar. Ver um ao outro partir teria sido devastador para eles”, disse a família de Phillip aos noticiários locais.

Phillip, que trabalhou no Centro Médico Militar de San Antonio, foi o primeiro a procurar tratamento, recebeu remédios e foi enviado para casa em quarentena, mas teve que ser levado às pressas para o hospital dias depois. Tony também estava doente, mas não queria ir para a emergência. Ele foi encontrado inconsciente em sua casa pela sogra, que o levou ao hospital.

VEJA TAMBÉM:  Novo comercial da Vivo tem criança com dois pais: “Viva as novas famílias!”

As condições de Phillip melhoraram o suficiente para ele ser retirado do respirador e começar a conversar com a equipe médica, até que teve um ataque cardíaco repentino e morreu. Em poucas horas, Tony também morreu.

“É muito difícil, tivemos que chamar meu outro irmão, que mora em San Antonio, para ficar do lado de fora da casa enquanto contávamos a ela as notícias, é de partir o coração. Não podemos entrar, meus irmãos não podem entrar e confortá-la, ela está parada na porta chorando e estamos aqui na Califórnia”, disse um dos irmãos de Tsai.

Os homens serão enterrados juntos. Um página no GoFundMe foi criada para ajudar a pagar suas despesas de funeral.

VEJA TAMBÉM:  Medicação de HIV é usada com sucesso em paciente com coronavírus

Matéria traduzida do LGBTQ Nation.