Ralph Lauren Corp. disse nesta sexta-feira que encerrará seu patrocínio com Justin Thomas, depois do esportiva ter murmurando um insulto homofóbico a si mesmo. O momento da fala aconteceu após perder uma tacada na semana passada no Havaí. A gente colhe o que planta, não é mesmo?

Justin Thomas, jogador profissional de golfe, que usa as roupas da empresa desde que se tornou profissional, alcançou o número 1 do mundo duas vezes, ganhou um torneio importante aos 24 anos e conquistou a Copa FedEx em 2017.

O entrave ocorreu durante uma partida, na qual, sem perceber que estava com o microfone ligado, Justin usou o termo: ‘viadinho’.

Segundo o The Guardian, Ralph Lauren disse que ficou “chateado” com a linguagem dele.

Pronunciamento de Ralph Lauren sobre fala homofóbica de Justin Thomas

“Acreditamos na dignidade de todas as pessoas, independentemente de idade, raça, identidade de gênero, etnia, filiação política ou orientação sexual”, disse Ralph Lauren em um comunicado. “Refletindo sobre a responsabilidade que temos com todos os nossos acionistas, decidimos descontinuar nosso patrocínio ao Sr. Thomas neste momento.”

O esportista estava de férias no exterior e não foi encontrado imediatamente após a fala. Justin Thomas vai jogar em Abu Dhabi na próxima semana no European Tour. Ele se desculpou após o ocorrido.

“É imperdoável”, disse Thomas. “Em primeiro lugar, só peço desculpas. Eu sou um adulto, sou um homem adulto, não há absolutamente nenhuma razão para eu dizer algo assim. É horrível. Estou muito envergonhado. Não é quem eu sou, não é o tipo de pessoa que sou ou qualquer coisa que faço. Infelizmente, eu fiz e tenho que admitir isso e sinto muito. ”

“Embora reconheçamos que ele se desculpou e reconheceu a severidade de suas palavras, ele é um embaixador pago por nossa marca e suas ações entram em conflito com a cultura inclusiva que nos esforçamos para manter”, disse a empresa em um comunicado.

“Faça o trabalho árduo necessário para tornar a ser nosso parceiro, examinando verdadeiramente este incidente, aprendendo, crescendo e, por fim, usando sua plataforma para promover a inclusão”, finalizou Para Ralph Lauren na espera pela evolução de Thomas.

Coerentes! A Human Rights Campaign, o maior grupo de defesa LBGTQ do país, nomeou Ralph Lauren como “Melhor lugar para se trabalhar para a igualdade LGBTQ” em 2020.

Carioca, antenado e intenso. Redator do Põe na Roda e Produtor Digital da Rádio Rio de Janeiro. Amante das artes, desde as cênicas até a fotografia. Taurino com 21 anos, apreciador raiz da cultura pop e um jornalista em construção.