O deputado pastor e ex-gay (quem vota nessa gente?), Sargento Isidório (Avante-BA), acaba de apresentar um projeto de lei (PL 925/2019) pra se criar o Dia do Orgulho Heterossexual, que segundo o texto, deverá ser comemorado todo terceiro domingo de dezembro.

A justificativa do político seria criar um contraponto a “criminalização da homofobia”. Oi? Em suas palavras: “Se nada for feito, em breve será crime ser heterossexual”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Nós, legisladores, nos preocupamos com a preservação da tartaruga, do macaco prego, da baleia, dentre outros animais em risco de extinção. Por óbvio, é de suma importância centrar atenção também em nós seres humanos machos e fêmeas”, disse ele.

Por incrível que pareça, o deputado ex-gay Pastor Sargento Isidório foi o candidato com maior número de votos na Bahia, conquistando 323 mil eleitores, ou 5% do total de votos do Estado.

VEJA TAMBÉM:  South Park é acusado de transfobia por episódio sobre atletas trans

Surreal, né? Antes que achem que é fake news, assistam abaixo o discurso dele na Câmara defendendo a criação do Dia do orgulho hétero:

Em tempo: aos que acham justo um “Dia do Orgulho Hétero”, entendam que a expressão “Orgulho” associada a LGBTs tem apenas a ver pela conotação de se sentir “vergonha de ser LGBT”, algo que temos introjetado pela cultura homofóbica da sociedade onde vivemos. Nenhum hétero é expulso de casa por ser hétero, zoado na escola por ser hétero, deixa de conseguir um emprego por ser hétero… Portanto, antes de se queixar de que não existe um “Dia do Orgulho Hétero”, dê graças a Deus por não precisar de um!

VEJA TAMBÉM:  Casal gay é agredido por dar as mãos enquanto fazia pedido em Food Truck

Ah, e parabéns Bahia! Aparentemente seu Estado não tem nenhum outro problema a ser resolvido, já que um deputado tão bem votado tem prioridades do tipo!

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).