Pouco depois de oficializar sua candidatura a vereador pela cidade de São Paulo pelo partido Cidadania, o ativista LGBT, advogado e empresário Pedro Melo, foi alvo de vazamento de vídeos íntimos e nudes na Internet. O material começou a circular em grupos de Whatsapp e redes sociais nos últimos dias, principalmente entre o público gay.

Falando sobre a origem do material íntimo ao Põe Na Roda, Pedro explicou: “Esse material existe desde 2016. Uma foto e dois vídeos que eu mandei pra uma pessoa. Na ocasião eu era solteiro e troquei nudes sim. É a quarta vez que isso me acontece, já soube desse material circulando em grupos de Whatsapp por aí”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O vazamento entretanto já era algo que ele cogitava que poderia acontecer com a sua candidatura a vereador: “Temi que pudesse rolar algo assim com a oficialização da minha candidatura por me tornar uma pessoa pública. Só não esperava que fosse tão rápido e da maneira como se deu. Me assustei bastante com a repercussão!”.

VEJA TAMBÉM:  Influenciadora arrecada milhares de dólares vendendo nudes pra ajudar queimadas na Austrália
Pré-candidato a vereador de São Paulo pelo Cidadania, Pedro Melo.

Ainda assim, ele garante que nada muda seus planos na política e nem vai se intimidar por isso: “Eu acho importante falar duas coisas. Primeiro, naturalizar o fato. Não sou moralista. Sou livre pra mandar um nude pra alguém na intimidade, não há pudor em relação a isso. O problema é compartilharem isso por aí ou usarem como aspecto pejorativo ou alguém querer me reduzir a isso. Só me chateou mesmo quererem me diminuir por conta disso”.

Ainda que suas nudes não sejam motivo de vergonha ou de demérito, Pedro lamenta que as pessoas prefiram falar deste assunto, principalmente em um ano de eleição: “Preferia que estivessem discutindo minhas propostas, focando no meu trabalho e ideias”.

O ativista também ressaltou que pretende tomar medidas jurídicas cabíveis em relação ao vazamento: “Estou sendo vítima de pessoas que estão divulgando um conteúdo íntimo meu de 2016 sem a minha autorização. Por violar a minha privacidade individual tomarei as medidas penais cabíveis. Divulgar material íntimo é crime de difamação (art. 154-A CP). Não compartilhem!”

VEJA TAMBÉM:  Tyler Posey do Teen Wolf diz o que sentiu quando vazaram suas nudes

Atualmente, Pedro Melo namora o arquiteto carioca Carlis Carvalho. Recentemente ele virou notícia na Internet por um post onde falava sobre a importância da liberacão da doação de sangue por homens gays.

“Exercer a política também demanda se desapegar do direito à intimidade. Esse sou eu e esse é meu sangue. Hoje, pela 1a vez na vida, pude doar sangue. Sempre me recusei a mentir sobre a minha orientação sexual durante a triagem e anamnese prévia. Minha doação era negada porque sou gay. Hoje foi diferente”, disse ele no post que você pode ver na íntegra abaixo:

View this post on Instagram

Exercer a política também demanda se desapegar do direito à intimidade. Esse sou eu e esse é meu sangue. Hoje, pela 1a vez na vida, pude doar sangue. Sempre me recusei a mentir sobre a minha orientação sexual durante a triagem e anamnese prévia. Por isso, nunca passava dessa fase. Minha doação era negada porque sou gay. Hoje foi diferente. Disse quem sou e doei sangue. Isso só foi possível graças a ativistas políticos como o @eliseuoneto, a partidos políticos como o @cidadania23 e tanta gente bacana que se abraçou e ingressou com a Ação no STF. Depois, pessoas como eu, e outras, lutamos para garantir que essa decisão fosse cumprida pela Anvisa. Hoje, todxs nós podemos doar sangue! Não dói, demora 15 min e você ainda ganha um lanchinho no final. Todos nós podemos ajudar um pouco. E, mais gratificante do que ter ajudado, foi ter percebido que consegui exercer um direito que antes me era negado apenas por ser quem eu sou. Isso não tem preço! Vamos juntos! 🩸🏳️‍🌈❤️ #pedromelo #doesangue #saopaulo #lgbt #equalblood #doacaosangue

A post shared by P E D R O M E L O (@pedromelosp) on

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).