Uma praça na Brasilândia, bairro da zona norte de São Paulo, ganhou o nome da vereadora Marielle Franco, assassinada no Rio de Janeiro em 2018. A medida foi sancionada pelo prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB) na sexta-feira (24).

O projeto foi aprovado no final do ano passado pelos vereadores na Câmara Municipal e aguardava sanção do prefeito. A iniciativa é assinada por diversos parlamentares, entre eles Toninho Vespoli e Celso Giannazi, ambos do PSOL paulistano.

Marielle Franco era vereadora pelo Psol no Rio de Janeiro, além de ser ativista de direitos humanos. Foi morta ao sair de um debate sobre oportunidades para a juventude negra, em março de 2018, junto ao motorista Anderson Gomes.

De acordo com o site do Psol, existem mais de 150 logradouros públicos espalhados pelo mundo que levam o nome em homenagem a Marielle. Em setembro de 2019, foi a vez de um jardim em Paris (França) ganhar o nome da vereadora.

Ilustração: Bruno Debize