Com um governo afundado em mil problemas, pra variar, Bolsonaro resolveu voltar ao velho e batido assunto sobre ensino de gênero nas escolas públicas, atitude que, mais parece, uma clara tentativa de tirar o foco da população de assuntos importantes, como o desemprego recorde, a economia indo de mal a pior e o desmatamento da Amazônia, por exemplo.

Vale lembrar que, durante as eleições, as fake news sobre mamadeira de piroca e kit gay viralizaram nas redes sociais e ajudaram, inclusive, o senhor presidente chegar ao poder.

Nesta terça-feira (03), por meio de sua conta no Twitter, o presidente fez um breve anúncio sobre discussões de gênero nas escolas públicas de ensino fundamental.

“O AGU se manifesta sobre quem compete legislar sobre IDEOLOGIA DE GÊNERO, sendo competência FEDERAL. Determinei ao @MEC_Comunicacao, visando princípio da proteção integral da CRIANÇA, previsto na Constituição, preparar PL que proíba ideologia de gênero no ensino fundamental”, tuitou Bolsonaro.