Durante as eleições parlamentares que aconteceram recentemente na Espanha, o partido de extrema direita VOX lançou através do seu principal representante, Santiago Abascal, uma campanha nas redes sociais em que fazia uma ofensiva a diversas minorias, inclusive, às políticas voltadas à comunidade LGBTQ+ do país.

“Que comece a batalha pela Espanha”, postou Abascal em seu perfil do Twitter com uma imagem de um homem segurando uma espada contra um “exército” composto por vários emojis, entre eles, o agora mundialmente famoso Gaysper, o fantasminha LGBTQ+.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Entretanto, já ouviram aquele ditado que diz: “quando o tiro saiu pela culatra”, pois bem, foi exatamente isso que aconteceu. É que, com bom humor, a comunidade LBGT do país adorou o fantasminha, tanto que até batizou o emoji de Gaysper, uma referência ao famoso fantasma camarada dos quadrinhos e do cinema, o Gaspar.

VEJA TAMBÉM:  Estudo revela que quem usa mais emojis, faz mais sexo

A repercussão foi tão grande que o Gaysper ganhou vários memes e fez sucesso em todo o mundo através da internet. Além disso, apesar de pela primeira vez na história da Espanha, o partido Vox ter conseguido eleger 24 deputados, o resultado, ainda sim, não chegou nem perto de ser significativo para formar uma base no parlamento espanhol.

“O Vox não só saiu humilhado nas urnas, como nos deu um novo símbolo LGBTQ+”, postou um internauta no Twitter. Em poucos dias, o Gaysper já ganhou o mundo através de adesivos, estampas em camisetas, memes, cadernos, canecas, entre tantas outras reproduções.