A polarizada eleição norte-americana acirrou os ânimos entre liberais e conservadores. No legislativo do país, houve recorde de eleições e reeleições de candidatos abertamente LGBTs, um marco histórico.

Mas claro que não basta ser LGBT pra ser aliado LGBT… Prova disso foi o candidato abertamente gay Antonio Biaggi, que concorria pelo legislativo da cidade de Wilton Manors na Flórida.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Segundo noticiado pelo Str8UpGayPorn, Biaggi anunciou em junho que estava concorrendo a uma das duas vagas legislativas pela cidade de Wilton Manors. Ele conseguiu arrecadar mais de US $ 2.500 em doações no GoFundMe para ajudar a financiar sua campanha.

Antonio Biaggi perde eleição nos EUA. (Foto: Reprodução / Lucas Entertainment)
Antonio Biaggi perde eleição nos EUA. (Foto: Reprodução / Lucas Entertainment)

O lamentável é que Biaggi – que estrelou dezenas de filmes pornô gay de 2007 a 2015 – recebeu essas doações apesar de ter ganhado as manchetes em 2015 e 2017 por usar xingamentos racistas nas redes sociais.

VEJA TAMBÉM:  Prefeito beija seu marido em lançamento de campanha à presidência dos EUA

Ao menos ele ficou em penúltimo lugar na eleição segundo a apuração, conseguindo 644 votos mesmo assim. Os dois assentos pelos quais ele concorria serão ocupados por Mike Bracchi e Chris Caputo.

O mais curioso é que, desabafando nas redes sociais, Biaggi culpou sua derrota às “rainhas dos privilégios brancos” e pessoas que “se preocupam com dinheiro e não direitos humanos”.

Chola mais: Biaggi reclama de derrota na eleição. (Foto: Reprodução / Twitter)
Chola mais: Biaggi reclama de derrota na eleição. (Foto: Reprodução / Twitter)

Antes da tentativa de eleição, Antonio Biaggi passou 2015 lutando contra um processo que pedia US $ 14 milhões por assediar e difamar com ofensas racistas um homem negro nas redes sociais.

A ação judicial – na qual Biaggi usou suas contas no Facebook e Twitter para publicar várias declarações difamatórias sobre um homem negro da Virgínia – acabou se encerrando após um acordo extrajudicial.

Dentre as ofensas, Biaggi teria dito à vítima para “ir colher algodão (uma ofensa considerada extremamente racista nos EUA pois eram os negros que trabalhavam na colheita de algodão como escravos). Ele ainda usou a expressão ‘faggot’ em inglês, considerada extremamente ofensiva a homossexuais.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).