A população transgênero dos Estados Unidos pode enfrentar grandes problemas nas eleições americanas deste ano. De acordo com um relatório, caso a aparência e o nome não coincidirem com a carteira de identidade, a pessoa pode ser barrada de exercer seu direito de voto. As informações são do G1.

Quase 400 mil eleitores dos Estados Unidos que se identificam como trans não tem o documento necessário para expressar sua identidade de gênero. No país, 35 dos 50 estados exigem uma identificação por foto para votar. 260 mil pessoas trans vivem nesses estados.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Há dois lados dessa polêmica. A identificação é necessária para combater as fraudes, porém essas restrições também afetam as minorias que assim não podem escolher quem vai os representar.

Cada caso vai ser um caso, pois o mesário de cada sessão que irá decidir se o documento de identificação realmente bate com a aparência do eleitor. Ou seja, há chances de várias pessoas trans não votarem nas eleições americanas.

VEJA TAMBÉM:  O ano é 2018 e um casal gay acaba de ter negado seu pedido de casamento em Nova York
Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.