A Human Rights Campaign (HRC) e a National Center for Transgender Equality (NCTE), duas das maiores organizações que lutam pelos direitos LGBT+ dos Estados Unidos, declararam apoio ao presidenciável democrata Joe Biden na corrida eleitoral contra Donald Trump.

“O vice-presidente Joe Biden é o líder que nossa comunidade e nosso país precisam neste momento. Sua dedicação ao avanço da igualdade LGBTQ, mesmo quando era impopular, levou nosso país e nosso movimento adiante”, afirma o presidente da HRC, Alphonso David.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

David acrescenta no apoio que “Joe Biden será um presidente que defenderá todos nós. A HRC e nossos mais de três milhões de membros e apoiadores trabalharão dia e noite para garantir que ele seja o próximo presidente dos Estados Unidos”.

Já a presidente da NCTE, Mara Keisling, observa que “o presidente Trump atacou os serviços de saúde transgêneros, colocou estudantes transgêneros desnecessariamente em risco e liderou um esforço consistente e implacável para reverter as proteções para os americanos LGBTQ. Joe Biden é a escolha clara para o presidente dos Estados Unidos, e o NCTE Action Fund se orgulha de apoiá-lo”.

Na plataforma de ações voltada aos LGBT+, Joe Biden prometeu reverter as políticas discriminatórias promovidas pelo governo Trump. Afirmou também que vai enviar ao legislativo a Lei da Igualdade, que proíbe a discriminação LGBT+ em todos os estados dos EUA.

Além disso, o presidenciável afirmou que vai aumentar o reconhecimento de gênero para que “toda pessoa trans ou não-binária” possa ter a opção de mudar seu marcador de gênero nas identificações governamentais. Ainda disse que vai reforçar a aplicação das leis de crimes de ódio e “direcionar recursos federais para ajudar a prevenir a violência contra mulheres transgêneros, especialmente as de cor”.

Após a desistência de Bernie Sanders da corrida presidencial, o ex-vice-presidente, Joe Biden, se tornou o candidato democrata responsável por tentar impedir um segundo mandado de Donald Trump.