Lembram do deputado estadual de SP, Douglas Garcia (obviamente do PSL), que ofendeu transexuais ao dizer de maneira extremamente grosseira e violenta que, se visse uma transexual em um banheiro feminino, tiraria a tapas?

Na época, a fala foi um ataque direto à deputada estadual Erica Malunguinho (PSOL), primeira parlamentar transexual eleita no Estado de São Paulo, que momentos antes do afronte, criticava um projeto de lei de outro deputado que queria proibir a participação de atletas trans no esportes femininos.

Inclusive, no dia seguinte do embate na Assembleia Legislativa de SP, Douglas acabou se assumindo gay com ajuda da deputada Janaína Paschoal, mediante a chantagens de pessoas em defesa de Erica Malunguinho que o conheciam e ameaçaram expor a sexualidade até então escondida do deputado enrustido. Isso mesmo, gente: um gay transfóbico e homofóbico!

De qualquer forma, ser gay não o ameniza quanto a LGBTfobia proferida. Denunciado ao Conselho de Ética por sua atitude, Douglas acaba finalmente de ser penalizado pela quebra de decoro que rendeu uma advertência.

“Desde 1999 que um parlamentar da Casa não sofria nenhum tipo de sanção do conselho”, afirmou a deputada Maria Lúcia Amary (PSDB) sobre a decisão. “Isso fica marcado no currículo do deputado. E, se for acumulando, pode culminar até em cassação de mandato”, completou.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

No Twitter, Erica Malunguinho comentou a decisão e lembrou da importância simbólica dela estar sendo tomada mesmo mediante a um governo predominantemente conservador, como é o atual no Brasil.

“Hoje, o Conselho de Ética da Alesp condenou o deputado, que fez uma fala transfóbica em sessão plenária, com uma  advertência. É uma decisão inédita, sobretudo, em tempos em que o Presidente eleito oferece sanções à Ancine por conta da produção de séries LGBTQIA+. Não tem arrego!”, escreveu.

Veja o post original abaixo e aproveite pra seguir a deputada:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).